AM 1120 SJP

participe via
whatsapp

4130581120
Rádio Mais > Notícias da Mais
Preço de passagens aéreas sobe 56% em 12 meses 14 de outubro de 2021 - 11:20
(Foto: Canva)

A inflação generalizada no país comprometeu até mesmo os preços da bilheteria aérea. Em um ano, as passagens de avião tiveram uma alta de 56,81% nos valores, ficando atrás de apenas quatro itens: três deles sendo alimentos e o quarto o preço do etanol. A diferença é considerada a maior dos últimos cinco anos, quando em 2016, a alta ficou em 10.25%.

As informações foram divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta dos combustíveis está diretamente ligada a essas tarifas elevadas. O setor aéreo é extremamente sensível a este insumo, porque o querosene de avião é um dos principais custos para as companhias de aviação. 

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ressaltou esses dados. Na média do segundo trimestre, o valor do litro de querosene ficou em 91,7% acima dos preços do mesmo período em 2020. Para o órgão, este aumento também está associado a queda que o tíquete médio sofreu no ano passado, quando a pandemia fez o volume de voos despencar em 90%. 

A variação dos preços das passagens de avião deve se aproximar da normalidade ao logo de 2022, quando as malhas das companhias voltarem ao nível pré-pandêmico com o mundo pós-vacina. No entanto, as variáveis ainda vão depender do cenário macroeconômico, como o câmbio e o petróleo. O dólar é outro fator impactante no preço dos bilhetes.

Tags: Pandemia Economia Preço Pós-pandemia Reajuste Rádio Mais Rádio Mais Paraná Avião Gol Linhas Aéreas Companhia de Avião

Desenvolvido por: